NR35 - TRABALHO EM ALTURA

Este curso é realizado toda sexta-feira, não é necessário esperar abrir turma, se inscreveu realizou o curso!

NR35 trabalho em Altura

  • 08 Horas de duração
  • 24 Aulas
  • 8 Módulos
  • 1 Avaliação
Técnico em Segurança do Trabalho e Bombeiro Civil. Atualmente trabalha com consultoria e Treinamentos.
Ítallo Douglas Silva de Souza

Este curso é realizado toda sexta-feira, não é necessário esperar abrir turma, se inscreveu realizou o curso!

https://www.protegesms.com/product-page/curso-de-nr35-trabalho-em-altura

NR35 Trabalho em Altura
O curso de NR-35 Trabalho em Altura tem como finalidade educar para prática de Segurança do Trabalho em Altura, bem como estabelecer os procedimentos necessários para a realização deste trabalho, visando garantir a segurança e saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade. A Norma Regulamentar nº35 estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores. 

Considera-se trabalho em altura toda atividade executada acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior, onde haja risco de queda.

No CT da PROTEGE-SMS o aluno terá acesso ao seguinte conteúdo complementar:

Nós e amarrações;
Técnicas de ancoragem;
Tripé de trabalho e resgate;
Deslocamento vertical e horizontal com talabarte;
Trava-quedas retrátil de fita e cabo de aço;
Linhas de vida vertical de corda e cabo de aço;
Instalações, ancoragens e pontos de fixação;
Técnicas de posicionamento seguro do trabalhador;
Atividades com escadas, andaimes, plataforma, plano inclinado;
Formas de utilização e aplicação de stop, lory safe, oito, mosquetão, trava-quedas, polias, placas de ancoragem, talabartes, blocante de punho, fitas de ancoragem.
Atividades práticas de resgate nos simuladores vertical e horizontal.
Utilização da maca envelope versátil na vertical e horizontal.
Primeiros socorros com uso de Manequim e DEA;
Atividades práticas operacionais.
Simulações práticas operacionais.

O curso de Trabalhador é obrigatório para os profissionais que irão executar os serviços em altura, visto que conforme a norma, somente profissionais capacitados (com o curso NR 35) podem trabalhar em Altura, sendo que o mesmo deve ser executado com planejamento, organização e cuidados especiais, a fim de garantir a máxima segurança para todas as pessoas envolvidas.

MARCELO DE BARROS CORREIA JÚNIOR
""


Gestão de Segurança Pública – EAD UNOPAR – Em Andamento 2º Período
Técnico em Segurança do Trabalho – MTE 8810 - PE (ETR – RECIFE)

Formação Complementar
 Bombeiro Profissional Civil (Academia Pernambucana de Bombeiros Civis)
 Atendimento Pré Hospitalar (Academia Pernambucana de Bombeiros Civis)
 Supervisor de Espaço Confinado NR-33 (Academia Pernambucana de Bombeiros Civis)
 Resgate e Salvamento em Altura–(Academia Pernambucana de Bombeiros Civis)
 Heliponto Avançado (Academia Pernambucana de Bombeiros Civis-)
 Desfribrilador externo automático (Academia Pernambucana de Bombeiros Civis)
 Curso de Formação de Vigilantes (Nordeste cursos) 1º lugar no geral (9,78)
 Suporte Básico a Vida no Trauma (Socorrista)(universal emergency group)
 Direitos Humanos e Mediação de Conflitos (Presidência da Republica) – 66 Horas
 Gerenciamento de Crises (Secretaria Nacional de Segurança Publica) – 60 Horas
 Gestão de Equipes (Catho – Online) – 16 Horas
 Gestão de Pessoas (Catho – Online) – 16 Horas
 Ética ( Fundação Getúlio Vargas) -15 horas
 Segurança do Trabalho (SENAI) – 14 horas
 Liderança e Motivação de Equipes ( SEBRAE- AM) – 20 horas
 Qualidade em Serviços – ( Fundação Getúlio Vargas ) – 15 horas
 NR20 Segurança e Saúde nos Trabalhos com Inflamáveis e Combustíveis - 24 Horas


Ítallo Douglas Silva de Souza
"Técnico em Segurança do Trabalho e Bombeiro Civil. Atualmente trabalha com consultoria e Treinamentos."


Técnico em Segurança do Trabalho - RCF CURSOS TÉCNICOS – Recife -2018
Bombeiro Civil - NÍVEL A – Recife -2019

Formação Complementar: 

ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO - NN EVENTOS
Elaboração de PPRA - RANGER SMS
NR10 Básico - Segurança em Eletricidade - PROTEGE-SMS
NR13 Segurança na Operação de Caldeiras - PROTEGE-SMS
NR23 Brigada de Emergência Avançada - PROTEGE-SMS
NR20 Segurança e Saúde nos Trabalhos com Inflamáveis e Combustíveis - Avançado I - PROTEGE-SMS
NR33 Supervisores de Entrada em Espaço Confinado - PROTEGE-SMS
NR35 Trabalho em Altura - PROTEGE-SMS




Clinaldo Guedes da Silva
"Sócio Diretor da Protege-SMS, Consultor em Segurança do Trabalho. Atualmente trabalha com projetos, consultoria e Treinamentos."

               

Graduação em Engenharia De Produção.
Técnico em Segurança do Trabalho.

Auditor Interno Ambiental - ISO Série 14001 - Petroflex Ind. Com. S/A (2000)
Auditor Interno da Qualidade em ambiente ISO 9000 - Petroflex Ind. Com. S/A (2000)
Auditor Interno de SGI ISO 9000, ISSO 14000 e OHSAS 18000 - SQS (2006)
Curso Internacional Operações Hazmat NFPA 472 - Duração 40h - Suatrans—(2013)
Desenvolvimento de Lideranças - Instituto de Tecnologia em Gestão – INTG (2002)
Formação de Grenn Belts - Six Sigma - Fundação Carlos Alberto Vanzolini (2003)
Higiene Ocupacional – Operação prática de instrumentos – Proteção – (2011)
Instalações Elétricas Prediais – Módulo Básico –Senai-PE (2006)
MASP – Método de Análise e Solução de Problemas - SQS (2006)
Metodologia Seis Sigma - QPB Consultoria e Treinamento (2001)
NR33 Supervisor de Espaços Confinados – Intersafety – 2007
NR33 Supervisor de Espaços Confinados – Intersafety – 2009
PCM – Planejamento e Controle da Manutenção – Abraman – (2008)
Planejamento Pessoal – Power Training – (2008)
Prevenção de Acidentes do Trabalho (CIPA)- Petroflex Ind. Com. S/A (2000 e 2006).
Protocolo de Atendimento a emergências com materiais perigosos – Proteção – (2011)
Regulamentação de Segurança para Caldeiras e Vasos de Pressão – NR13 – IBP – (2009)
Segurança e Operação em Caldeiras - Casa da Industria - SENAI / PE (2001)
Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade NR10 Básico –Senai-PE (2006)
Segurança na Operação com Cloro – Beraca Sabará – (2001)
Segurança na Operação de Ponte Rolante - MB Assessoria – (2008)
Segurança na Operação de Unidades de Processo - MB Assessoria (2008)
STOP – Programa de Observação de Segurança da DuPont – DuPont (2007)
Táticas e Técnicas avançadas de combate a incêndio urbano e industrial – Proteção – (2011)
Treinamento em R3 da SAP. - Petroflex Ind. Com. S/A (2005).
Tutor do Sistema Edumax - FIEB- SENAI-BA (2001)


LUANA GUEDES DA SILVA CAVALCANTI
"Pós-graduanda em Eng. de Segurança do Trabalho, Engenheira Florestal e Técnica em Segurança do Trabalho. Atualmente trabalha com consultoria e Treinamentos."

   

Formação Acadêmica:
Especialização —Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho (Centro Universitário Estácio do Recife) Em andamento
Nível Superior — Graduação em Engenharia Florestal – Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) 2017
Nível Técnico — Curso Técnico de Segurança do Trabalho - Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) – 2012

Cursos Complementares:
NR-05 – CIPA – 20h – Protege SMS
NR-10 – 40h – Protege SMS
NR-23 Brigada de Emergência – 63h – Intersafety SMS
NR-33 – Segurança em Espaços Confinados – Supervisão – 40h – Intersafety SMS
NR-35 – Segurança no Trabalho em Altura – 08h – Intersafety SMS
Higiene Ocupacional – Agentes Químicos – 40h – Laboratório Eurofins ALAC/RS
Elaboração de PPRA – 08h - Ranger SMS
PPRA: Elaboração, Implementação e Auditoria – 08h – SST Eventos/FISP 2016
Instrumentação e Higiene Ocupacional – 20h – NR Ocupacional
NR-12 Aspectos Legais, Gestão para Implantação e Manutenção – 08h – SST Eventos/FISP 2018
Abrangência da Ergonomia Contemporânea e a Análise Ergonômica para atender NR-17 e o novo e-Social – 08h - Fundacentro


Acesso ao linkedIn da professora:
https://www.linkedin.com/in/luana-guedes-83096983/



Conteúdo Programático

  • 1. Introdução ao ensino EaD
O curso de Trabalhador é obrigatório para os profissionais que irão executar os serviços em altura, visto que conforme a norma, somente profissionais capacitados (com o curso NR 35) podem trabalhar em Altura, sendo que o mesmo deve ser executado com planejamento, organização e cuidados especiais, a fim de garantir a máxima segurança para todas as pessoas envolvidas.
  • 1. 1. NR35 - Gestão de SST em Altura - parte 1
  • 2. 1. NR35 - Gestão de SST em Altura - parte 2
  • 3. 2.1 NR35 normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura Introdução e Responsabilidades
  • 4. 2.2 NR35 normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura Introdução e Responsabilidade
  • 5. 2.3 NR35 - normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura - Planejamento
  • 6. 2.4 NR35 - normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura - Análise de Risco
  • 7. 2.5 NR35 - normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura - Atividades e PT
  • 8. 2.7 NR35 normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura Emergência e Salvamento
  • 1. Análise Preliminar de Perigos e Riscos 1
  • 2. Análise Preliminar de Perigos e Riscos 2
  • 3. Análise Preliminar de Perigos e Riscos 3
  • 4. Análise Preliminar de Perigos e Riscos 4
  • 5. Análise Preliminar de Perigos e Riscos 5
  • 6. Análise Preliminar de Perigos e Riscos 6
  • 1. 2 NR35 Trabalhos em Altura 2
  • 1. Equipamentos complementares-Conector
  • 2. Equipamentos complementares-Cordas
  • 1. noções de resgate e primeiros socorros
  • 2. operação de salvamento
  • 3. Primeiros Socorros-Parte 2
  • 4. Primeiros Socorros - Resumo
  • NR35
Voltar ao topo